Domingo, 18 de Agosto de 2019
Sustentável
Grupo espanhol planeja empreendimento sustentável no litoral de Entre Rios
Imagem: Ascom/Seplan
Publicado em 25/07/2019

Grupo espanhol planeja empreendimento sustentável no litoral norte da Bahia

O grupo empresarial espanhol Naurigas está trabalhando para implantar um empreendimento sustentável turístico e habitacional no litoral norte da Bahia, na orla do município de Entre Rios. Nesta quinta-feira (25), os empresários se reuniram com os secretários estaduais do Planejamento, Walter Pinheiro, e do Turismo, Fausto Franco, além do cônsul-geral da Espanha no Nordeste, Gonzalo Fournier, e do superintendente de Atração de Negócios da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), Paulo Guimarães.

No encontro, o grupo apresentou a Cidade Aguaduna, empreendimento concebido no modelo de cidade inteligente, tendo a sustentabilidade e a inovação como princípios fundamentais. “Vamos ter o envolvimento da Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais [SEI], como também de outras secretarias, no sentido de aprimorar todos os dados envolvendo a comunidade, o que se produz na região, os aspectos de infraestrutura, necessidades de energia e de saneamento, para que a gente possa concluir até outubro toda essa parte do masterplan e, antes do final do ano, já poder fazer o lançamento da pedra fundamental", disse Pinheiro, que já havia se reunido com os empresários no dia 14, quando participou de missão governamental na Espanha.

O empresário espanhol Tarek Al Masri, que assessora o empreendimento, destacou a postura colaborativa do Governo do Estado para a consolidação do empreendimento. “Acreditamos que temos um projeto muito interessante para a Bahia. O Aguaduna pretende ser um modelo social e integrador que valorize as pessoas, a sociedade e a natureza, com um caráter de muita inovação tecnológica, que dê um novo impulso à região e que possamos implantar um novo modelo de cidade sustentável”, disse.

Já Fournier ressaltou que “esta é uma empresa que possui muito prestígio e conta com o apoio do Governo da Espanha, possuindo mais de 50 anos de experiência e com cerca de 50 hotéis implantados em seis países diferentes”. No caso do Aguaduna, o empreendimento está sendo concebido com foco na sustentabilidade, baixa ocupação territorial, dentro do conceito de cidade inteligente (Smart City), com espaços residenciais, complexo hoteleiro e espaços destinados para esportes e serviços, a exemplo de escritórios e atividades comerciais.

O secretário do Turismo também avaliou positivamente o encontro. “É um projeto que vai potencializar essa região da Costa dos Coqueiros, que já possui outros empreendimentos turísticos, e mostra que estamos no caminho certo de trazer investimentos privados para fomentar nossa economia e gerar emprego e renda”.

Por: Ascom/Seplan
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2019 © Todos os direitos reservados