Segunda, 28 de Setembro de 2020
Entre Rios
Dívida com INSS na Prefeitura de Entre Rios foi de R$ 600 mil a R$ 69 milhões em 14 anos
Imagem: Entre Rios Notícias
Publicado em 22/12/2019

Um problema que atinge a Prefeitura de Entre Rios nos últimos tempos é a dívida com INSS, mas muita pessoas não sabe como chegou a essa dívida. O Entre Rios Notícias analisou as prestações de Contas do TCM e os relatórios ficais, do primeiro ano e último ano, das 3 últimas gestões para saber o que aconteceu.

Gestão Ranulfo:
Na sua primeira prestação de contas em 2005, foi declarando uma dívida de R$630.483,91 e na sua última em 2008, R$2.006.643,91, ou seja aumentou de aproximadamente 600 mil reais para aproximadamente 2 milhões de reais, um aumento de quase 230%.

Gestão Madeirol:

Na sua primeira prestação de contas em 2009, foi declarando uma dívida de R$8.790.926,73 e na sua última,em 2016, R$61.026.429,64, ou seja aumentou de aproximadamente 9 milhões para aproximadamente 61 milhões de reais, um aumento de quase 600%.

Gestão Elizio:
Na sua primeira prestação de contas em 2017, foi declarando uma dívida de R$57.835.344,18 e no primeiro relatório fiscal de 2019 em R$69.581.308,03, ou seja aumentou de aproximadamente 58 milhões de reais para quase 70 milhões de reais, um aumento de quase 20%.

É de se observar que a dívida do INSS, estourou na Gestão de Madeirol, saltando da casa de unidade de milhão para dezenas, tornando uma dívida sanável para uma complicada de se resolver. A gestão Elizio no primeiro mandato ainda fez a dívida cai, mas nos seguintes, a mesma voltou a subir.

O aumento da dívida com INSS, causa dois problemas para o município, bloqueios de verbas e dificuldade dos servidores quando forem se aposentar.

Por: Redação
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2020 © Todos os direitos reservados