Sexta, 30 de Outubro de 2020
JUSTIÇA
Conde: Pastor que estuprava menores dentro da Igreja é condenado a 24 anos de prisão
Imagem: Internet
Publicado em 25/09/2020

Acusado de estuprar crianças e adolescentes, o líder evangélico, Mirailton Almeida dos Santos, o pastor Mirailton ou ‘tio Mirailton’, foi condenado a cumprir pena de 24 anos de prisão.

A sentença foi do juiz pelo juiz José Brandão Netto, substituto da Vara Crime na Comarca de Conde, município onde o acusado praticava os crimes de estupro.

ex-Pastor da Primeira Igreja Batista de Conde, região que está localizada no litoral norte baiano, ele costumava abusar de suas vítimas na cozinha da Igreja, na residência das menores e também na sua casa. A condenação do tio abusador é por crimes cometidos contra cinco vítimas, sendo que o Ministério Público informou ao Judiciário que duas das menores foram violentadas quinze vezes.

Aproveitador da confiança que o público evangélico tinha nele, sobretudo as famílias, o acusado costumava oferecer doces e presentes para as menores. Conquistada a confiança e já próximo, o réu praticava o ato sexual por sentir prazer na relação não permitida.

O ‘tio Mirailton’ foi responsável por causar danos psicológicos em suas vítimas. Tal afirmativa pode ser assegurada quando na sentença diz que uma menor precisou de tratamento psicológico durante doze anos, uma vez que a mesma passou a ter ideias suicidas após os abusos do religioso.

As vítimas do pastor da Batista não foram meninas desconhecidas entre si, ele praticava o ato de violência sexual entre primas e irmãs, sendo que uma delas disse que tinha medo de revelar os abusos para a família porque a avó sempre afirmava que o pastor estava acima de todas as coisas.

Como se não bastasse os abusos, Mirailton ainda fazia ameaças de morte para as vítimas, pois ele sempre dizia que elas não poderiam revelar o crime para ninguém, caso comentasse algo mataria não só a menor, mas a mãe.

Por: Clécia Rocha
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2020 © Todos os direitos reservados