Domingo, 17 de Dezembro de 2017
bahia
Mais de 30 prefeitos da Bahia são investigados pelo MP por nepotismo; Entre Rios não está na lista
Imagem: Ilustração
Publicado em 23/07/2017

A apuração identificou irmãos, tios, esposas e maridos empregados pelos gestores.

O quadro de prefeituras dos municípios baianos conta com pelo menos 31 gestores que descumprem a legislação e nomeiam familiares em secretarias e cargos comissionados, conforme levantamento do jornal Correio, com auxílio do Ministério Público (MP-BA).

De acordo com o Supremo Tribunal Federal (STF), a ação configura a prática de nepotismo, quando se favorece parentes na administração pública. Os casos levantados são investigados pelo MP e a maioria já teve recomendação para que os gestores exonerem os parentes.

Foram identificadas irregularidades em cidade como Itabuna, Biritinga, Brumado, Teodoro Sampaio, Morro do Chapéu, Santa Bárbara, Eunápolis, Dom Basílio, Itiruçu, Serrinha, Umburanas, Teixeira de Freitas e mais sete municípios da região de Jacobina, entre outras.

Por: Redação
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2017 © Todos os direitos reservados - 7 usuários online - Páginas visitadas hoje: 257