Segunda, 19 de Novembro de 2018
Bahia
Operação Offerus: Justiça bloqueia R$ 38 mi em Alagoinhas e Casa Nova
Imagem: Divulgação/ PF
Publicado em 23/08/2018

Uma apartamento em um condomínio de luxo de Salvador, cujo nome ainda não foi divulgado, também foi alvo da ação da Polícia Federal (PF) e Controladoria-Geral da União (CGU) que cumpre nesta terça-feira (21), na Bahia, 22 mandados de busca e apreensão, prisão e afastamento dos prefeitos de Ipirá, no Centro Norte, e Pilão Arcado, no Norte baiano.

No ato que deu origem à operação Offerus, a Justiça também determinou o bloqueio de R$ 38 milhões de investigados das cidades de Alagoinhas, no Nordeste, e Casa Nova, no Norte.

Os municípios de Conde, no Litoral Norte, e Jequié, no Sudoeste, também estão na mira das investigações que, segundo a PF, apuram “um esquema de fraude a licitações, superfaturamento, desvio de recursos públicos, corrupção ativa e passiva e lavagem de ativos envolvendo a contratação do serviço de transporte escolar”.

De acordo com a corporação, desde 2017 as licitações geravam a desconfiança dos investigadores. Eles suspeitavam que os serviços eram direcionados “para beneficiar um grupo de empresas pertencentes ao mesmo empresário, que terceirizava integralmente a execução dos contratos para motoristas locais a preços inferiores, apropriando-se da diferença, que lhe rendia cerca de 300 mil reais mensais”.

A PF explicou que o nome dado à operação é uma referência à lenda de São Cristóvão, padroeiro dos motoristas.

Por: Redação
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2018 © Todos os direitos reservados - 7 usuários online - Páginas visitadas hoje: 812